Gato mia, cachorro late, ego mata – No site da DAS ARTES

Tuesday August 26th, 2014


Repleta de ousadia e diversidade, Gato mia, cachorro late, ego mata terá vernissage no dia cinco de setembro, sexta-feira, às 19h. A provocação que motivou o título da mostra coletiva é “o ego mata”. E mata o quê? A crítica de arte Paula Ramos define que talvez seja o mais simples: a chance de olhar para o lado e perceber que o outro, com aquilo que lhe é próprio e singular, pode ser um continente, e que somos construídos pelo convívio e compreensão das diferenças e pluralidades. Sérgio Lucena, um dos artistas participantes da mostra coletiva, destaca ainda que essa é uma reflexão muito oportuna à nossa época. E fugindo de um conceito ‘egocêntrico’, a exposição coletiva reúne pinturas, papéis, fotografias e esculturas de artistas brasileiros que trabalham com linguagem contemporânea. As obras são de artistas paulistas como Anete Ring, Felipe Cretella, Klaus Mitteldorf, Lorena Hollander, Antonio Hélio Cabral e Sergio Lucena; das catarinenses Dirce Korbes e Juliana Hoffmann; e de gaúchos como Fernanda Chemale, Fernanda Valadares, Itelvino Jahn, Marinho Neto, e Roger Monteiro. Obras de Maria Lídia Magliani e Iberê Camargo também compõem a mostra. Serão exibidas aproximadamente 45 obras que dialogam entre si sobre o contemporâneo, muitas delas bem ousadas, e que irão fazer o público refletir e olhar duas vezes para o lado. Gato mia, cachorro late, ego mata estará em cartaz entre setembro e novembro de 2014 e promete movimentar a cena das artes visuais na cidade neste segundo semestre. Confira a lista completa dos artistas participantes.

(texto – agenda DAS ARTES)

 

Contato