Juliana Hoffmann

Juliana Hoffmann nasceu em Concórdia, Santa Catarina. Vive e trabalha em Florianópolis. Suas principais exposições individuais são: MASC Museu de Arte de Santa Catarina, Florianópolis (2004); MHSC Museu Histórico de Santa Catarina, Florianópolis (2008); Coletivo ARTE E Comunicação, Florianópolis (2013). Entre suas exposições coletivas, destacam-se: Castelo de Rivara, Centro D’Arte Contemporânea, Turim (2005); 1ª Bienal Internacional de Sorocaba, curadoria Francis Dosne, Menção honrosa (2007); Tribut à Xul Solar, Paris (2009); mostra “Contaminações”, Museu Histórico de Santa Catarina, Florianópolis (2011); “Um Novo Horizonte” (2013) e “Gato Mia, Cachorro Late e Ego Mata (2014) na Galeria Tina Zappoli, Porto Alegre; e “Fotografia (s) Contemporânea Brasileira: Imagens, Vestígios, Ruídos”, MASC, Florianópolis (2013).

Em 2008, participou do fórum “No Boundaries International Art Colony”, na Carolina do Norte, Estados Unidos. Também participou da coletiva “Diálogos Expostos” na Fundação Cultural Bradesco, em Florianópolis (2014). Em novembro de 2015, participou pela terceira vez consecutiva da Feira de Arte Contemporânea PARTE, em São Paulo.

“Com raízes no infinito I”

100×100 cm

acrílica s/tela, acrílico, fotografia e linha

2015

 


 

Navegação