Solari

Solari nasceu em Fray Bentos, Uruguai, em 1918. Faleceu em Montevidéo em 1993.
Em 1951 integrou a representação uruguaia na Bienal de São Paulo.Em 1965, passou a viver em Montevidéo até 1967 quando foi estudar gravura em Nova York e lá permanceu até 1986, quando voltou ao Uruguai e, em 1989, teve sua primeira retrospectiva no Museu Blanes. Expôs sua obra nas Bienais da América e também da Europa e da Ásia. Num dos livros de Saramago é apontado como uma das grandes revelações daquele ano na Bienal de Veneza. Expôs pela última vez no Brasil, em nossa Galeria, em 1990. Depois de sua morte , saiu um livro sobre sua obra: “Máscaras todo el año”. É considerado um dos principais artistas do Uruguai de todos os tempos.

Solari

Carceberus’ Lunch – 1979

55,5 x 36 cm

Água-forte, água-tinta e ponta seca sobre papel

4/50

Assinada, intitulada e numerada pelo artista

à lápis na base

Margens prreservadas

Perfeito estado de conservação

R$ 3.800,00

obs. catalogada no livro do artista
“Máscaras todo el año” de Alicia Haber
p. 163 de página inteira

Solari

Brindis para un Trato – 1980

gravura em metal sobre papel

45 x 59 cm 

1/30

Assinada, datada, intitulada e numerada pelo artista na base inferior à lápis

Perfeito estado de conservação

Com margens preservadas e emoldurada

R$ 3.800,00


 

Solari

Barca y Navegantes – 1987

Gravura em metal sobre papel

9 x 12 cm

A/P  Assinada, datada , entitulada à lápis na base pelo artista

Perfeito estado de conservação com margens preservadas

R$ 800,00