Maurino de Araújo

Maurino de Araújo é um caso único da arte brasileira. Considerado por muitos como um expressionista barroco, é um artista emocionalmente contemporâneo dos mestres escultores mineiros do século XVIII. Nasceu em Rio Casca, Minas Gerais, em 1943. Sob influência de seus avós, que eram ceramistas, Maurino começou a trabalhar com barro. Nos anos 60, descobriu a madeira e logo foi influenciado pelo barroco e pela obra de Aleijadinho. Suas cores são escuras e sombrias e é possível notar em sua obra uma intensa expressão de sofrimento.

Ao longo desses anos, Maurino expôs seus trabalhos em inúmeras mostras individuais e coletivas pelo mundo e recebeu vários prêmios como Destaque das Artes pelos Diários Associados em 1976, Melhor do Ano pelos Diários Associados em 1981 e participou da XV Bienal de São Paulo em 1979. Possui obras em vários museus e coleções particulares brasileiras.

‘Pietá’  

madeira policromada  

120 x 50 x 50 cm

1997

 


 

Navegação